Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Despertar



 
Tudo nesta vida tem um fim

E o pesadelo também vai acabar

Há momentos que se alongam, sim

Mas tudo passa, pode acreditar
 

Quando em meio à escuridão

Um raio pequenino reluzir

Sugerindo uma tênue claridade

Verá que foi a sinalização

De que algo bom estava por vir

Apaziguando toda ansiedade

 
O despertar é quase dolorido

Pois arranca algo que corrói o coração

No entanto é momento decisivo

Em que a alma escolhe sua reação

 

Finalmente vai aos poucos retomar

Sonhos, desejos, alegria

E o gosto de poder recomeçar

Transforma sua vida em poesia...
 




Parte do dueto com o poeta  José Luiz Donatto na poesia  Pesadelo
 
Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 30/10/2006
Código do texto: T277836
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215231 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:22)
Priscila de Loureiro Coelho