Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESTES VERSOS

Escrevi estes versos dentro da tarde quente.
Não são chorosos como os de antigamente.
Eu sou fênix.
Das cinzas renasci.
Parece que estou ouvindo os conselhos da minha querida amiga Fanny.
Sim.
Sou outra agora.
Pra que carregar a bagagem de outrora?
Posso sorrir sim.
Posso dançar e cantar.
Rodopiar...
Tenho a vida tão linda pra viver.
E adoro escrever.
Tanta coisa existe pra meu dia preencher.
Estes são meus versos libertadores.
Cada vez que eu me sentir baquear de Fanny vou me lembrar.
Amiga, você apareceu pra tanta coisa me mostrar.
Seu carinho e sua sapiência aos poucos estão me ensinando.
Eu vou escutando...
Meu ser vai serenando.
Tão bom ter uma amizade como esta que está minha vida modificando.
SONIA DELSIN
Enviado por SONIA DELSIN em 31/10/2006
Reeditado em 01/04/2011
Código do texto: T278535

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SONIA DELSIN
São Carlos - São Paulo - Brasil
4049 textos (78156 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:24)
SONIA DELSIN