Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DEVANEIO


A minha inspiração, eu busco nas palavras do mundo.
Pois do mundo, eu sou parte encantada.
As palavras vêm como um grito,
das bocas, dos bichos e do vento.
Um grito de amargura, grito de dor.
Grito de amor.
É desumano o mundo, não  o amor.
E transfigura os rostos perdidos em
crenças e desejos.
Os corpos, pungentes em desavenças,
confundem a minha inspiração e o silêncio
dos amores incompreendidos.
É desumano, amar, não o amor.
É dolente o olhar das mulheres envaidecidas
e sofridas.
É comovente o calar dos Homens cansados.
E a minha inspiração se perde neste pranto.
É ingênuo o riso da criança que renasce
no seu brincar.
E eu encontro a minha inspiração no sonho
da moça que almeja o impossível.
É espantoso o riso, o sonho, o choro.
É admirável o silêncio, o grito, o medo...o vento.
E nesse conflito, nesse ressentimento,
a vida segue, imprevista.
Bendita vida, que nos machuca e nos
engrandece.
Nos cala e nos faz gritar.
Nos ama e nos faz amar.
A vida, nos busca infinitamente.
E de repente, não mais que de repente,
nos abandona.
Perla Madra
Enviado por Perla Madra em 01/11/2006
Reeditado em 25/11/2007
Código do texto: T279542
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Perla Madra
Imbituba - Santa Catarina - Brasil
133 textos (7698 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:53)