Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Difícil espera



Atravesso o tempo das horas
olhando tudo que gira
ao meu redor.

Parei de contar o tempo
e vivo cem anos em um dia.

Mas hoje, atravesso
o tempo das horas
como se tivesse
me transformado
em escrava dele.

Tento compreender
o mistério do tempo
e as entrelinhas das horas.

Jogo para dentro de mim
toda suavidade e tranqüilidade
que possa ainda existir
em minha vida
para esperar e esperar
o momento da hora,
da hora seguinte do tempo.

Me perco nos minutos
que vão lentamente passando
e me agarro aos ponteiros das horas
como que forçando-os a correrem
para mais rápido chegar
ao momento seguinte.

Mas a ampulheta do tempo
não perdoa.
Uma vez é agora
e sempre agora.
E o depois,
é preciso
ainda esperar...



Maria
Enviado por Maria em 02/11/2006
Código do texto: T280124
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4554 textos (186062 leituras)
1 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:06)
Maria

Site do Escritor