Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Guarida

Dia quente,
pegadas ocultas pelo vento.
Tua vida enxertada ao mundo;
Esperada, manipuladora;
Liberta por rostos familiares
que afagam, sorriem,
balbuciam-te ternuras!

Teu olhar encontra o lar
numa estrada florida.
O reencontro com a vida
entre acostamentos desmarcados.
Tarde agradável, ensolarada,
Fez teu caminho encontrar,
teu destino lembrar.

Na preleção de vivos,
teu semblante iluminado,
teus sentimentos libertos,
vagando entre anjos e demônios
que modelam tua felicidade.
Te levam ao caos,
intermitente alívio.

Planando no ar em pluma,
companhias perversas abraçam
e, nem sequer disfarçam
que teu sonho compram
pintando nas entrelinhas;
Descobrindo-se à brisa cedente...
Teu amor, entregue, atraente!

Tua lágrima escorre involuntária
vencida pela emoção.
Mãos transpirando, acanhadas,
fecham teus olhos;
Encontram guarida,
um degrau a alcançar,
um trilho a cruzar.
Marcelo Maia
Enviado por Marcelo Maia em 04/11/2006
Reeditado em 09/09/2011
Código do texto: T281669
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcelo Maia
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil
80 textos (4101 leituras)
1 áudios (59 audições)
1 e-livros (130 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:21)
Marcelo Maia