Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Chega aqui, vem escutar a chuva.



Assiste, dançando em seus encantos
os respingos de melodias em cantares.
Trovejando constância, ritmos das águas,
a chuva lança prateados riscos pelos ares
e vai pranteando quem  soluça mágoas,
já libertando os que sufocam prantos.
Sem pedir licença desperta nostalgias,
deitando-se pelo chão de seus compassos
em vozes recitando as mais puras poesias,
caindo em mistérios que cercam os espaços.

Chega mais. Escuta o amor nestas baladas
que anunciam  uma vida  na passagem
e ouve nos sons desta noite atormentada,
sonhos que a chuva leva-te em mensagens.

Ida Satte Alam Senna
Enviado por Ida Satte Alam Senna em 04/11/2006
Código do texto: T281694
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ida Satte Alam Senna
Santa Vitória do Palmar - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
111 textos (2724 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:35)
Ida Satte Alam Senna