Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ATÉ QUANDO?
Ana Maria Brasiliense

Ao som desta melodia
deixo meu pensamento viajar.
Além mar e fronteiras derrubar
começo a divagar...
Em lágrimas fico a lembrar
o amor vivido nas horas do passado.

Como o vento num soprar,
sem mais, tudo de nós foi arrancado...
Nas horas de hoje
sinto saudades de teu cheiro.
Sinto ainda calor de teus braços,
o tremor de teu corpo no meu colado.
Teu beijo molhado,
quente, ardente ,envolvente ...
Em noite de juramentos
ficamos a nos amar.

Ahhh!!..
Estrelas brilhavam...
A lua nos espiava...
A brisa espalhava nossos cheiros ,
perfumando a noite de luar.
Não queriamos mais nos separar!
Promessas um ao outro fizemos
e juramos nunca juramento quebrar.

Nas horas de hoje ,
sou folha solta junto ao vento
sem sentido rodopiar...
Além mar
e no mar em espumas fico a flutuar...
Horas de hoje tão sofridas, quase amargas.
O doce das lembranças, 
o amargor tenta tirar.
Divagando meus pensamentos
ficam rodopiando sem parar.

No silêncio vestido de negro luto...
ouço lágrimas gotejando um pranto absoluto,
quase matando um viver sangrando...
Divagando além mar meus pensamentos
como vento rodopiando sem parar.
CÉUS !...
DEUS QUANDO ISSO VAI TERMINAR?


*Inspiração ao som:
Canção do Mar -Dulce Pontes

https://youtu.be/2R-2JMhchfg










 
Ana Maria Brasiliense
Enviado por Ana Maria Brasiliense em 04/11/2006
Reeditado em 07/07/2015
Código do texto: T281714
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Maria Brasiliense
Santos - São Paulo - Brasil
882 textos (36795 leituras)
14 áudios (882 audições)
3 e-livros (161 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:04)
Ana Maria Brasiliense