Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Depurando Sonhos

Entremeado nas noites dos meus sonhos,
Traço meu rumo para rever caminhos,
Sou peregrino entre a coragem e o medo...
Encontro flores, mas, bem mais espinhos,
Que já nem sei! Se sonhos ou pesadelos!
Mas quando acordo, ainda estou ferido...
Nas madrugadas vãs dos meus invernos,
Quero aquecer meus pensamentos frios.
Nesta ânsia de encontrar elos perdidos,
Tento lembrar de labirintos esquecidos,
Para soltar as amarras do passado.
Aprisionado nas teias dos loucos sonhos!
A vaguear sem rumo entre dois mundos.
Não quero sonho de frustração, nem dor!
Tampouco a sina de um viver errante...
Viver quimeras de fantasias encantadas,
Nem sonhar do que deixei pra trás!
Quando sonhar, que seja sempre colorido,
Ao despertar eu quero ter, um dia lindo.
 
                  Wilson Fonseca
WILSON FONSECA
Enviado por WILSON FONSECA em 04/11/2006
Reeditado em 25/11/2006
Código do texto: T281718
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
WILSON FONSECA
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 67 anos
193 textos (18091 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:07)
WILSON FONSECA