Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fênix e o Poeta.


Pássaros e ninhos voaram,
em ventos descomedidos,
deixando os poetas perdidos,
entre "penas" que restaram.

Porém, mesmo aturdidos,
quando os ventos cessaram,
sentiram-se persuadidos
por mãos que lhes acenaram.

Das cinzas,(re)nasceram,
do solo,   (re)voaram.



RSanchez 27/11/2004 16:30:00
PuraReflexao
Enviado por PuraReflexao em 27/11/2004
Código do texto: T282
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
PuraReflexao
Campos do Jordão - São Paulo - Brasil, 62 anos
101 textos (15456 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/16 22:44)
PuraReflexao