Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Infindo

Chega.
Fuça o travesseiro.
Cobre-se com minha manta.
Reamassa o meu lençol.
Pisa o colchão.
Suspira.
Ganha-se ao mundo.
Aponta-me o infinito.
Embriago-me.
Somos.
Que mais querer?
Infindo não é o que não tem fim:
É o que é para jamais esquecer.
Wilson Correia
Enviado por Wilson Correia em 05/11/2006
Reeditado em 18/12/2006
Código do texto: T282511

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wilson Correia
Amargosa - Bahia - Brasil
1192 textos (498037 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:46)
Wilson Correia