Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vende-se cidadania em parcelas

Uma parte se dá antes
a outra vem depois, mais tarde
ou mesmo durante a noite...

Haverá comida, haverá festa
serão depois, com certeza
365 dias de açoite...

Está a venda  "minha cidadania"
chegou mais uma eleição!
É só buscar o atravessador...

Buscar o "líder do bairro"
posso ir a pé, ou pegar carona
num belo carro...

Quanto é? cinquenta, cem
ou cento e cinquenta?
A pátria é rica, o país aguenta...

Fica feliz com o sacolão ou ciqüetinha,
o cidadão "necessitado",o homem modesto,
mais feliz vai ficar o politico desonesto...

É isso mesmo, vamos fazer a "alegria da nação"
venda seu voto amigo, venda sua consciência,
faça feliz o ladrão, faça feliz o sacana
engrandesça a corrupção...

Vamos mentir, dizer que aqui não se vende voto,
a fiscalização é "séria pra valer"
se a policia não sabe, nem a justiça vai ver...

Esta é a realidade, triste de nossa nação
muita gente vai aumentando o poder, ganhando milhão
o povo é induzido a viver  de sacolões...

Afinal de contas, vivemos na "ilha encantada"
Muitos não viram, não querem ver a hipocrisia,
o "residente diz que não sabe de nada"
Vive na ilha da Fantasia...

Ei, ei, ei...quantos voces estão pagando
pela minha cidadania?
Sorte seu candidato...ato,ato,ato...

          Manoel Vitório

       

Manoel Vitorio
Enviado por Manoel Vitorio em 05/11/2006
Código do texto: T283053
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Manoel Vitorio
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 60 anos
4782 textos (175078 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:02)
Manoel Vitorio