Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu sonho azul.



Quanto do azul a cor do céu reluz?
O anil do sonho, azul-marinho, um azul mais forte,
azul-cinza, qualquer azul que seja azul...
Que nem seja muito azul. Que  tenha céu e luz.
Inatingível como a estrela da minha sorte,
ou um horizonte inacabado, todo em cortes...

E  no escuro céu de todos os meus céus
que o silêncio das águas nos testemunhou,
navega meus leves murmúrios de “saudade”,
envolvidos por noites de invisíveis véus,
por mil anseios que o destino me negou
e pelas doces  brisas de tua liberdade.

Se alguma cor dos dias eu já vi morrer,
vê por entre tons o que te dou do amor
e se fores criando outro azul na tua cor
mostra à minha noite o que vai nascer.

Quando puderes, e se quiseres ainda,
ao sonhares outro sonho no azul profundo,
deixa traçados azuis de outros mundos
e põe um pouco do teu céu na minha vida.









Ida Satte Alam Senna
Enviado por Ida Satte Alam Senna em 05/11/2006
Código do texto: T283056
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ida Satte Alam Senna
Santa Vitória do Palmar - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
111 textos (2724 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:14)
Ida Satte Alam Senna