Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Trovoadas!

A pior sina da vida é o ser dependente de cifras,
Como fato, tudo gira em torno do vil metal,
A mais valia enforca todo o esforço,
Entorna a cintura no aperto do cinto,
Ri, chorando de tantas lacunas passadas,
Chaves erradas não abrem portas sempre,
Rua trancada, outros vazios cantantes,
Entre escolhas, tempo & temperança,
O imaginário fatídico sem pressupor sorte,
Maldizer, nada acrescenta, apenas dilui,
Ondas notívagas regadas com bom whisky,
Sonhos acalentados que a enxurrada leva,
Saraivada de impropérios por tudo de errado,
Fases da vida com gostos mais amargos,
Descontrole que a emoção bem tortura,
Canastra incompleta na mão suja,
Cai o beiço, range os dentes, discador,
Linha ocupada, vez interrompida, sítio,
O saco arrastando no chão, calejando,
A estupidez só impera quando se cede espaço!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 06/11/2006
Reeditado em 13/09/2007
Código do texto: T283277
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:46)
Peixão