Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NASCIMENTO

Sou frágil por ser criança tola
Que faz a ternura imanente;
Que cria, descria
E vira gente.
Sorriso em mim engrandece,
Pois a felicidade tem suas moradas,
E em mim ela cresce.
Sofrimento através de mim se acalenta;
Encontre em mim tua paz!
Para tanto, minha ternura é suave,
A beleza de mim se faz.
Enquanto o semblante diz “VIVE!”,
Seja eu, pequeno menino,
O sol por mim se levante
Feliz e repentino,
Enchendo-me em seu brilho ofuscante.
Encontre sua vida, sua morte,
Deixando um sorriso transparecendo
Lindo como a luz do sol
Ao tempo em que a lua morre...
Observe brilhar próximo às estrelas,
E eternamente encher-te de carinho.
Surjo como fonte que ofusca,
E traça o destino!!!

1995 – D’Bornnye
Bornnye
Enviado por Bornnye em 06/11/2006
Código do texto: T283365

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bornnye
Guarulhos - São Paulo - Brasil
7 textos (95 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:38)
Bornnye