Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PENSANDO EM VOCÊ

PENSANDO EM VOCÊ
           Chico Steffanello

Ah,
Tu queres então
Entrar na minh’alma,
Conhecer minhas dores,
A cor do meu sangue,
O calor do meu coração,
Saber se existo,
Ver quem sou?

Sim,
Entre!
Mas não sem bater primeiro
E saber que há um preço a se pago
Por aqueles que o quiserem fazer:

Poderás nunca mais
Livrar-se do silêncio que me acompanha.
Poderás chorar com as minhas dores.
Poderás viver de sobressaltos com a minha presença.

Mas, com certeza,
Nunca mais terás a paz
Se pensares que ela é a ausência do compromisso.

Entrar em minha alma
Significa que terás que deixar
A tua porta sempre entreaberta
Pois nunca saberás quando eu poderei chegar:
Entro sem bater,
Bato e vou entrando.

Se tiveres medo
Então nunca,
Mas nunca, batas a minha porta
Porque dentro dela andam nus
Todos os horrores,
Todas as marcas mentais
Que aqui me trazem de volta
E eu as vejo de olhos bem abertos
Para que comigo elas se espantem.

Não entres por curiosidade
Porque nunca acharas a saída
E ficaras vagando pelo imenso nada
Que há dentro dela.

Mesmo que,
Se ferida pelas farpas
Que andam a solta dentro dela,
Queiras sair de livre vontade
Terás que me pedir licença primeiro
Porque da minha alma só sairás
Depois que eu te pedir perdão.

Mas se um dia precisares de um nada,
De um alento qualquer,
De um riso,
De descansar um pouco
Sentindo o frescor de uma flor,
De uma brisa,
A quietude de um lago,
A presença de um amigo,
Bata e entre.

Encontrarás também
Uma fonte cristalina de pura força
Para beberes quando te falta a energia.
Do que há em minha alma
Tudo poderás levar
Porque nada é meu,
Por mais precioso que te pareças
Só me foi dado para repartir.

A soleira de minha porta
É larga e ampla,
Mas num repente
Fina como um fio
Se não entrares
Perdes o ponto.
                                                         
                                Chico 15/09/99.

Chico Steffanello
Enviado por Chico Steffanello em 29/01/2005
Código do texto: T2845

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chico Steffanello
Sinop - Mato Grosso - Brasil, 58 anos
246 textos (31052 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 13:10)
Chico Steffanello