Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
ETERNO MARIO QUINTANA

Mario, mestre Mario,
Caminhas onde agora?
em que plano estás?

Deve ser um desses lugares
de intelectuais
mas não de qualquer erudito.
Um lugar que se encontram almas
inteligentes, criativas,
que não perderam sua humanidade,
espontaneidade,
humor,
doçura.

Deve ser um desses lugares
onde se senta junto a
uma bela vista
com espécies delicadas
enfeitando o ambiente,
como se estivesse tudo
em uma tela crescente
pintada por uma alma de luz.

Imagino
as tuas conversas,
neste lugar encantado
com teu sorriso meigo,
teu olhar doce
enfeitando tua face.
Com tua vivacidade
intensificada
pela leveza
de teu novo corpo.

Ah! Querido Mario Quintana,
como tu fazes falta.
Meu corpo pesado não
permite estar junto de ti.
O que consola é imaginar
Que, às vezes,
tu vens inspirar
os escritores da terra
para preencher
com um pouco de encanto
este lago de dores.

Mario, não esqueça de mim.
Quando puder aparece
e sopra aos meus ouvidos
tuas palavras mágicas
que encantam o mundo
com tua visão única
que consegue com sabedoria
transformar
o lugar onde ficamos,
tornando-o
um pouco mais respirável.

Perdoa-me meu desencanto
é que quando partiste
deixaste uma lacuna
difícil de ser preenchida.

Vou dormir agora.
Quem sabe
se tiver sorte
encontrar-me-ei contigo
em um destes sonhos reais.
Boa noite, Mario!

Marcia Oliveira
Enviado por Marcia Oliveira em 07/11/2006
Código do texto: T284598

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Marcia Coelho - www.marciacoelho.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marcia Oliveira
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 45 anos
70 textos (5052 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:48)
Marcia Oliveira