Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ausência e saudade

"...quando me faltar a palavra / que venha a luz da saudade..." (Nel Meirelles)

...........................

Hoje, a bruma veio diferente,
E nenhum poeta teve saudade
De suas angústias passadas.
Um velho sentimento emergiu
Entre lágrimas e sorrisos,
Entre o cheiro e o som
Do último rodopio da valsa
Sob os lustres do salão.
 
Ressinto-me da vida à mesquinhez
Por negar-me ante a essa flacidez
o instante da minha alma desconsolada.
Na tua ausência, incólume à dor,
Sinto a falta do instante esquecido,
Mas não choro o beijo perdido;
Choro, sim, na aurora não anunciada:
A dor da ausência do que não vivi!
 
Ah! Essa mesma saudade
Que ameniza o passado entregue
Aos instantes pueris de veleidades;
- Apenas lembranças do amor incerto!
Agora vivo com o choro e o sorriso
da fragilidade da alma que esqueceu
os lábios dos espectros que atormentaram
Os nossos momentos frágeis.
 
Hoje, descobri que encobri
Com o manto do meu tempo insano
meus antigos sentimentos mesquinhos.
O melhor é viver a tua ausência,
Mesmo no aconchego da dor em claro
e a vontade de sentir-me ausente
com este sofrer de ti a ermo:

Amanhã, terei saudade de ter saudade!

Kal Angelus
Enviado por Kal Angelus em 07/11/2006
Reeditado em 07/11/2006
Código do texto: T284696
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kal Angelus
Teresina - Piauí - Brasil
322 textos (9131 leituras)
1 e-livros (4 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:16)
Kal Angelus