Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OS SABORES

Sei que minhas palavras nem sempre são doces
Mas nem por isso deixam de transmitir o meu recado
Assim como nem todas as rosas são rosas
Nem tudo o que digo pode ser considerado ácido

Geralmente o que falamos é o espelho do que sentimos
Se não ando açucarada pode ser que eu meu interior ande azedo
Geralmente atribuímos aos frutos os melhores sabores
Nem por isso deixamos de apreciar os mais delicados licores

São frutos ácidos, mas com valor;
Se quereres doçura, que seja;
Mas não se esqueça que nem toda fruta é uma cereja
Existem os que apreciam a tamarindo, o cajá ou até o limão...
E se você não os aprova e os colhe
Saiba que um outro vai dar valor a toda acides
E deles fará algo diferente e quem sabe bastando acrescentar
Um tanto de mel, deles fará iguaria sem igual...

Aprenda que na vida nem tudo são flores
Nem toda fruta é doce
Mas tanto as flores como as frutas
Tem seus dias de sabores deliciosos
E os mais diferentes odores,
Mas sempre maravilhosos...

LoucaporPoesia
Enviado por LoucaporPoesia em 07/11/2006
Reeditado em 13/11/2006
Código do texto: T284994

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (LoucaporPoesia). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LoucaporPoesia
Casimiro de Abreu - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
524 textos (104801 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:42)
LoucaporPoesia