Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um caso ao acaso

Falamos sobre física quântica,
Falamos sobre religião...
Sobre o quanto ela era romântica,
Sobre coisas do coração...

Sentimos a amizade crescer,
Num lapso muito improvável...
Entre um amanhecer,
E um anoitecer louvável...

O sentimento crescia,
Entre muitas indagações...
Enquanto você sorria,
E libertava suas emoções...

Vivi então um momento,
De intensa e rara felicidade...
Em que todo meu sentimento,
Entreguei-lhe com sensibilidade...

Nascia uma relação,
Predestinada a morrer...
Não era permitida a nossa união,
Eu tinha que te esquecer...

Mas como matar o amor,
Se ele é correspondido...
Como posso buscar a dor,
Num caso mal resolvido...

No entanto devemos sofrer,
Já que somos apenas um...
Muitos não podem perder.
Deve-se buscar o bem comum...

E assim termina a paixão,
De forma fria e distante...
Calando o coração,
Emudecendo os amantes...

Se o caso de fato acabou,
Eu não sei responder...
Afinal sem você não sou,
Não sei nem ao menos viver...
Nagredla
Enviado por Nagredla em 07/11/2006
Código do texto: T284997
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nagredla
Miguel Pereira - Rio de Janeiro - Brasil, 51 anos
233 textos (49733 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 09:04)
Nagredla