Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mas sobretudo tentar

Como é difícil o encontro,
do eu comigo mesma.
No decorrer da minha existência,
vivi presa, tal qual passarinho,
numa gaiola dourada,
vendo a vida passar...
Não ousei, não errei,
aprendi a me resignar.
Sufoquei a busca,
propus-me a esperar.
Mas a espera também cansa,
quando acaba a esperança,
e o ver ao longe não pode mais saciar...
E a vida, antes um filme,
que passava frente a meus olhos,
agora tem-me como atriz.
Abri as portas do futuro e voei,
não sei que atriz serei,
que filme vou encenar,
não quero ser coadjuvante,
quero um papel marcante,
onde possa acertar e errar,
mas sobretudo, tentar...
Fernanda Maria
Enviado por Fernanda Maria em 08/11/2006
Código do texto: T285175
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fernanda Maria
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
92 textos (6748 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:24)
Fernanda Maria