Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A cidade na névoa, vista da estrada...


Euna Britto de Oliveira
www.euna.com.br




A cidade dorme...
Em breve, vai despertar!
A cidade acorda na névoa.

Há névoa...
Fria manhã de neblina
Em novembro.
Desenovelo o filme,
A trama é de novela.
Dilui-se a cidade com suas luzes
Ou revela-se...

Eu sempre soube que escrever á bom, é gostoso!
Quando dirige,
Salvino aproveita as paradas no trânsito
Para escrever...
Escreve poemas.
O trânsito contribui para o stress.
Escrever salva do stress que o trânsito distribui
Nos engarrafamentos...

Volto à cidade
Em sua névoa...
Diáfana película
Entre mim e as casas!...
Diviso as coisas a pouca distância.
As mais distantes, nem o terceiro olho alcança!
Adivinho-as.
Então, é ele que as alcança!...
Até os caminhos precisam ser adivinhados,
Quando há neblina...

A estrada vai me levando por onde bem entende!
Faz curvas acentuadas,
Espreguiça-se em retas,
Retoma as curvas fechadas,
Dá a colher-de-chá de uma cachoeira
À sua beira!...

Como o que é bom dura pouco,
O que é belo, na paisagem,
Desaparece rápido!
Euna Britto de Oliveira
Enviado por Euna Britto de Oliveira em 08/11/2006
Código do texto: T285309
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Euna Britto de Oliveira
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
995 textos (34677 leituras)
6 áudios (364 audições)
12 e-livros (692 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:08)
Euna Britto de Oliveira