Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Espera inconstante


“...o que sinto escrevo. Cumpro a sina.” (Adélia Prado)

..........................

Nos braços da tua ausência
- Constante presença!
Esqueço que a noite
- Nunca dormindo!
Espera pelo carinho
- Sempre no ninho!
Da lua que vai voltar.

Nas asas dos meus abraços
- Inconstante ausência!
Revejo que o dia
- Cansado dos cios!
Acode sempre o pássaro
- Nunca no ninho!
Que quer se acasalar.

Na ausência dos teus braços
Adormeço no cansaço
Da minha inconstante...
Espera!



Kal Angelus
Enviado por Kal Angelus em 08/11/2006
Código do texto: T285457
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kal Angelus
Teresina - Piauí - Brasil
322 textos (9131 leituras)
1 e-livros (4 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:41)
Kal Angelus