Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PARAPHRASE

Observar as estrelas
No descompasso louco de Bilac
Em seu parnaso de essência.

De seu delírio lunar
Tocar com pétala a alma
No invisível o indescritível.

O que é isso
Se não o próprio criar
O que é isso
Se não o próprio dom da poesia.

Se de cantar descantos
Todo homem vive
Toda mulher sente.

Se de sofrer calado
E de chorar sozinho
Todo mundo vive.

A observar estrelas
E apreciar os deuses
A iludir-se com poemas.

No triste encanto da alma
Na leve essência do amor
No breve sorriso do acaso.

DIMYTHRYUS
12/09/2006
15H06
Dimythryus
Enviado por Dimythryus em 08/11/2006
Código do texto: T285478
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dimythryus
Itaquaquecetuba - São Paulo - Brasil, 37 anos
26 textos (490 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:14)
Dimythryus