Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A SEGUNDA MORTE DE NARCISO

Um dia Narciso
Querendo encontrar
Uma outra forma
De se admirar
Subiu em montanhas
Navegou no mar
Rondou as estrelas
Sondou o luar.

Vagou no universo
E nada encontrou
Volveu céu e terra
Não se conformou
Passou rente ao poço
Mas não se atirou
Sozinho pra casa
Chorando voltou.

Fechou-se por dentro
Com tábuas e pregos
Gravou nas paredes:
"Vida eu te nego!"
Deixou para o mundo
O reflexo do ego
Sem ter se encontrado
Morreu  louco e cego.
Gilberto de Carvalho
Enviado por Gilberto de Carvalho em 09/11/2006
Reeditado em 14/08/2009
Código do texto: T286182
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilberto de Carvalho
Pirajuí - São Paulo - Brasil, 44 anos
299 textos (13317 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:26)
Gilberto de Carvalho