Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Farrapo Humano! - I

Pedras balsâmicas estourando a ponta do pé,
Olhar pensando que outra virgem está passando,
Qual nada, apenas entremeios soçobram,
Todas as vontades cuspidas pela cara sonsa,
Fica querendo, fica pedindo, fica desejando,
A melhor resposta que encontra é sempre um não,
Grandes desculpas para se acabar na solidão,
Não há gestos, jeitos, palavras & alicerces,
A temporariedade transita no ato de ilusão,
Pensa em ajudar, acaba atrapalhando ainda mais,
Com a boca seca por não ter esses seios tão próximos,
Quais seios? Mais um par acabou de passar...
Tantos, de todas as formas e preferências,
Carrega no olhar um lastimoso pesar frustrante,
Como se fosse o último a ser percebido,
Alguns momentos parecem emitir uma estranha sensação,
De que aquele sorriso tinha o seu endereço,
Mas passa longe, apenas uma forma de ser educada,
Se for para tanto, para não parecer tão antipática...
Tudo se resume em bem querer, apenas bem querer...

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 09/11/2006
Reeditado em 19/11/2006
Código do texto: T286380
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120249 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:04)
Peixão