Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ROSAS NO DESERTO

ROSAS NO DESERTO
Elane Tomich

De tanto em mim ficares
fez-se paz em meus pesares.

Esperando igual menina.
mistifico a esquina.

Teu assobio vizinho
quebra-me a taça de vinho

Entornas os teus cantares
em mim, apesar dos pesares.

Teu incenso de querer
de homem, defuma a mulher.

No andar desengonçado
teus braços dançam errado

Tuas mãos me escrevem certo
no ponto em que me liberto.

Acho em teu peito-horizonte
prazer que, de ti, me escondes.

Na festa de quando chego.
exercitas o aconchego

Perito em quebrar regras
quando, em mim, te esfregas

Ligas cabeças de pontes
enquanto escalo teus montes.

A gente se abre ao meio
nas fendas do meu recheio.

Praticas estranha alquimia
bebes uísque e magia

De mulheres, iguarias
cozinhas filosofia.

Desavergonhas manias
decretando tua alforria.

Bebes nas cercanias
minha paz em poesias.

Tocaste no ponto ativo
de um sentimento cativo

Se falo, paras pensativo
não ouço e te como vivo.

Bem sei o quanto é incerto
amar-te ao longe como perto

Teus olhos vagam a esmo
rodopias em ti mesmo

De amor suposto, decerto,
planto rosas no deserto.
Elane Tomich
Enviado por Elane Tomich em 28/06/2005
Código do texto: T28699
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Elane Tomich
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
319 textos (11466 leituras)
1 e-livros (126 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:02)
Elane Tomich

Site do Escritor