Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ilícito

não me chame de cúmplice
não crime nenhum fiz sou criminoso
por ter tornado gostoso
ato simples, procriar
a mulher dos outros
é minha mulher também
além, aquém, também...
porém
não sou criminoso
ou cúmplice
não há mais forca
pra quem gosta de alimentar-se
e alicerçar-se
num mangue tão gostoso, molhado e, por vezes, malcheiroso
com galhos incertos e cavernosos
com indescritível sabor cremoso...

por isso
e mais uma vez
mais de uma vez
não fui criminoso.
renato barros
Enviado por renato barros em 10/11/2006
Reeditado em 24/11/2008
Código do texto: T287118

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
renato barros
Teresina - Piauí - Brasil, 31 anos
73 textos (3708 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:45)
renato barros