Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dor

Dor que não é nada
tão nada, vácuo de dor,
que até magoa estagnada
cai no vazio da dor...
Estreita realidade
espreita luz da saudade,
de juventude instante,
plenitude leve implante,
pouco mais que muito nada.
Uma alegria cortada
ao meio
doce recheio,
de um sonho açucarado..
Esperar com ansiedade
um naco de felicidade
possível, de meias verdades
ainda que só metade
de rebuscada vontade.
Elane Tomich
Enviado por Elane Tomich em 28/06/2005
Reeditado em 16/11/2005
Código do texto: T28771
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Elane Tomich
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
319 textos (11466 leituras)
1 e-livros (126 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:12)
Elane Tomich

Site do Escritor