Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VOCÊ É MUITO ENGRAÇADA!

Você é muito engraçada
Num dia me alfineta
No outro você espeta!

Espeta-me com os espinhos
Da rosa terna, que desliza
Em meu corpo nas madrugadas.

Tira-me do sério, do sonho revolto
Protege, cuida, não me deixa solto
Toma posse, finca em meu peito tua bandeira.

E, me deixa suado, quase que louco
Com o atrito de tuas pétalas molhadas.
Você é mesmo muito engraçada!

Tem dias que chega alegre, linda
Fica rubra na primeira bicudagem que faço
Em outros se finda. Fecha-se, se faz amarga

E, antes que eu diga qualquer coisa
Você passa o teu trator de palavras
Passa sobre meu corpo, sobre a rosa, sobre os espinhos

Não deixa nada em teu caminho
Depois de tudo, você chora!
E mergulha nas lágrimas da tua mágoa.

Mas, se arrepende, emerge, me chama... Alicia
Você é mesmo muito engraçada! E como se não houvesse nada
Consegue desculpar-se de tudo em duas palavras: Bom Dia!



paulo cesar coelho
Enviado por paulo cesar coelho em 10/11/2006
Reeditado em 17/11/2006
Código do texto: T287755

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
paulo cesar coelho
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
2589 textos (470760 leituras)
57 áudios (6064 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:32)
paulo cesar coelho

Site do Escritor