Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Raios Gama

Morre a estrela
engolida por um imenso
buraco negro.
Mas, em sua agonia,expande-se,
lançando luminosos raios
que os olhos humanos não podem ver.

Um derradeiro poema cósmico?
Não sei...
Eu queria apenas escrever
sobre os sonhos que me ensinaste
a gerar.
E, enquanto navegava pelo espaço
sem fim,me enviaste um flash
da eternidade.

(escrito em 2005)
Mareluz
Enviado por Mareluz em 10/11/2006
Código do texto: T287862
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mareluz
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
679 textos (19415 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:59)