Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SECA


Elane Tomich

Era trilha de soluços
saudade mumificada
era estrada caminhada
por calcanhares rachados
nas rachaduras errantes
de uma tristeza gigante.
Esperanças retirantes
mata borrão de lágrimas
_se olhar pra trás vira estátua_
e, não há quem diga adeus.
Espia a tarde a  janela
o destino sem tramelas
num andar que não deságua.
O cinza pintou o verde
e um anjo rendeu-se  à mágoa
 na melodia gritante
da flor de campo amarela

11 /006
Elane Tomich
Enviado por Elane Tomich em 10/11/2006
Código do texto: T287985
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Elane Tomich
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
319 textos (11466 leituras)
1 e-livros (126 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:14)
Elane Tomich

Site do Escritor