Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O MURO

Não Julgue...
ou,
O Muro

O homem em cima do muro
expia, penitencia e espia
o outro que se excita.
Não vê a  luz, só o escuro
_na névoa encobre o dia_
ou tudo o que é mais,
evita.
Este homem, o tal puro,
não vê, não ouve, mas clama!
Jamais
no dizer do não
percebeu um só irmão
caindo de um céu em chamas.
O puro se auto anuncia
o puro se auto proclama
o puro  não vê ninguém.
Probo, guardião do bem,
do outro lado do muro
serpente rasgando o mundo
uma procissão de aflitos
gritos, uivos imundos,
que o puro julga e conclama.
O puro só vê a lama!
 
 
Elane Tomich
Enviado por Elane Tomich em 28/06/2005
Reeditado em 23/11/2005
Código do texto: T28832
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Elane Tomich
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
319 textos (11440 leituras)
1 e-livros (126 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:44)
Elane Tomich

Site do Escritor