Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Etéreo

“...migalhas cinéreas! (...) Que indulgentes insistem no cruel fim: / Privar meu amor de ilusões tão etéreas!”(Cláudia Azeedo)

......................
 
Seja meu único tema
- De amor!
E livre-me do segredo
- Do tempo!
Não o da hora da carne
- Cansada!
Mas o etéreo inconsútil
- Da quimera!!
Que vidente me ama na noite
- Tão calma!
E me faz por ti sonhar poemas
- Na alma!
Kal Angelus
Enviado por Kal Angelus em 11/11/2006
Código do texto: T288439
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kal Angelus
Teresina - Piauí - Brasil
322 textos (9131 leituras)
1 e-livros (4 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:28)
Kal Angelus