Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESPERA

Há dentro de mim
uma espécie de repouso,
um começo sem fim,
algo de asa em pouso,
um inquieto pousar
do vir a ser, sem chegar.
Repousa uma contida magia
que, cautelosa e mansa,
se enfia, se enrosca e desfia
uma previsão de salvar.
Salvar o que estava esquecido
num canto certo, perdido,
um verso que, ao reverso,
se põe a tergiversar.
Habita-me uma gravidez
de esperanças e milagres,
uma estranha prenhez
nos olhos, de mil lágrimas
que esperavam desaguar.
Resta apenas sair por aí
sem o medo do medonho,
tatuar a vida de sonhos
e esperar a hora chegar.

Débora Denadai
Enviado por Débora Denadai em 11/11/2006
Código do texto: T288601

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Denadai
Caracas - Distrito Federal - Venezuela, 54 anos
722 textos (154037 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 13:07)
Débora Denadai

Site do Escritor