Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LADAINHA

lílian maial

 

salvem as baleias
mães sem misericórdia
que hoje na feira faltou vintém


salvam as matas
e as crias se matam
entre gozos e vaidades


salvem o mundo
salve-se quem puder
que a fome dá náusea
e o pai é devoto
retorna da orgia
zangado com o dia

 
salvem as nossas crianças
que em casa os filhos se assistem sozinhos
que as jantas foram suspensas
que os abraços estão raros
e já não há a bênção
nem beijos de boa noite

 
salve rainha
mãe de misericórdia
cadê o pai de todos
o fura-bolo
e o mata-piolho?


cadê o toucinho que estava aqui?


o homem comeu!


*********

Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 11/11/2006
Código do texto: T288628

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1158 textos (248817 leituras)
21 áudios (13707 audições)
3 e-livros (1280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:30)
Lílian Maial

Site do Escritor