Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
O Escuro

E diante da ameaça do Glaucoma . . .

Eu temo que a luz me abandone.
Já se foram os movimentos;
já se foram os sonhos, frágeis elementos.
Eu temo que a escuridão me aprisione.

Como será este Mundo aonde nada se vê?
Qual sentido conduzirá o meu passo?
O tato será a vista? O tamanho da mão o espaço?
Pouco senti doutras perdas. Muito, se a luz não mais se dê.

Terei mais esta prova?
Castigo pelos poucos versos?
Pobre trova!

Eu temo o escuro,
pois não sei se o que guardei
compensará o que não mais verei.
Fabio Renato Villela
Enviado por Fabio Renato Villela em 13/11/2006
Código do texto: T289895
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.recantodasletras.com.br"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Fabio Renato Villela
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
1758 textos (328619 leituras)
1 áudios (27 audições)
4 e-livros (4091 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:40)
Fabio Renato Villela

Site do Escritor