Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amenidades

Doce fofurinha,uma gracinha!Tão,tão...Despida de de maldade!Ainda contava até dez quando a calma se ausentava de seu corpinho.Ahhh!E que corpinho!Ficava ainda melhor quando ela falava,aí seus gestos eram maiores,era tão natural!Deve ter nascido já pronta... Citações pop saíam redondas de sua boca e invadiam meus ouvidos,agora ávidos por suas histórias.
O mundo em suspenso e eu ali,lendo aquele ser,numa dança de passos descoreografados,confusos,lembrei de Ataulfo Alves:"Mulher a gente encontra em toda parte,mas não se encontra a mulher que a gente tem no coração." Ela estava em meu coração,mesmo quando não a conhecia...
Por ela reuniria todo caco de saúde que me sobra e a faria feliz por uns instantes,ainda consigo!
Louco!Eu,velho e feio,querendo a garota que fala...
Rachel Souza
Enviado por Rachel Souza em 13/11/2006
Código do texto: T289962
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rachel Souza
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
45 textos (3977 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 05:01)
Rachel Souza