Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Embaraçados pelo tempo

“... a poesia me salvará  (...) não falo aos quatro ventos, porque temo os doutores, a excomunhão e o escândalo dos fracos..." (Adélia Prado)

........................
 
Quando teus sonhos cacheados
Tornarem-se embaraços no tempo,
O reflexo do penteado da futilidade
Tornar-se-á tua parte aos inconformados.

Quando teus risos enrrugados
De antigas fogueiras de desprezo
Teimarem na impertinência das horas,
Viverás da morbidez de velhas arrogâncias.

Quando o tempo sem máscara
Iniciar sua batalha entre corpo e alma,
Sem os fantoches de maquiagens subjugadas,
Sucumbirá o gladiador carente de coitos.

Faces que não mais brilharão no oiro
Entre a languidez dos fios cobiçados,
E rugas queimando resquícios soberbos
das crias da tez do agora cinzento loiro.

E nesta infinda luta de imberbes afoitos:
A poesia me salvará desses incêndiários do tempo!

Kal Angelus
Enviado por Kal Angelus em 13/11/2006
Reeditado em 20/11/2006
Código do texto: T289970
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Kal Angelus
Teresina - Piauí - Brasil
322 textos (9131 leituras)
1 e-livros (4 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:09)
Kal Angelus