Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POEMA INCOLOR















Nos jornais de amanhã leremos:
O branco mata o amarelo.
Que matou o marrom, o cafuso, o sarará.
Que matou o vermelho Kremlin.
Que acabou com o verde confuso.
Que trucidou cores paralelas.
Entre elas, o branco.
Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 13/11/2006
Reeditado em 13/11/2006
Código do texto: T290232

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6777 textos (102524 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:46)