Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na quietude

Procuro erguer-me.
Para o quê,
ainda não sei.

Nem sei se ainda estou
na estrada que
caminhava antes.

Não andava mais
com meus próprios pés.
Era levada pela mão.
E essa mão me levou
para o meio da tempestade.

Agora que a calmaria chegou,
não sei em que situação
me encontro.

Olho ao redor
e vejo tudo quieto.

Na quietude,
prevalece a espera...
Maria
Enviado por Maria em 13/11/2006
Código do texto: T290247
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4549 textos (185893 leituras)
1 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:50)
Maria

Site do Escritor