Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sombra!

Sombra que cobre minha alma.

Anguiforme, sibilante dorme,

Seguindo os contornos do corpo,

Se acoplado ao meu sonho, fazendo morada,

Seguindo comigo pela estrada.

Sombra áspera, de derme fria... Solitária é,

Mesmo em minha companhia.

Mais deixa suas marcas no cândido semblante,

E transforma num instante,

Em austero... Fazendo-o léxico na tristeza,

Explícito semblante, delator de minha dor...

Meus sonhos mantenho submersos,

Em líquido amniótico,

Sublimado no tempo, esperando o momento.

Que num grito de amor, se abra a madre,

E nasça para salvar-me do passado,

E cresça na presença da realidade...

Batizando de esperança,

A minha cria se torna criança... E vou viver na lua!

Mais a sombra, serpenteia no momento

Se apresenta portando tinta quente

Carmim da boca, ardente... Cor da paixão

E empresta ao pálido rosto,

O rubro de uma nova emoção...

Um sorriso vermelho, refletido no espelho.

Observadora
Enviado por Observadora em 14/11/2006
Código do texto: T291245
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Observadora
Salvador - Bahia - Brasil, 50 anos
487 textos (27392 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:00)
Observadora