Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Irmão de Sangue

Irmão de sangue, quem dera eu ser teu amigo,
o teu semblante, um rosto sofrido.

Que não guardas tuas mágoas, pois, tu és o dono da verdade.
Teu caminho é estreito com indícios de crueldade.

Irmão de sangue, pra mim tu és um rei!
Montado em teu cavalo alado fazendo justiça, esquecendo a lei.

Irmão de sangue, o que fiz pra receber?
Nada além de féis de sangue pude esperar de você.

Espero o dia que poderei te dizer: Irmão de sangue,
O que corre em minha veia é o mesmo que corre em você.


©2002
Marcelo Maia
Enviado por Marcelo Maia em 14/11/2006
Reeditado em 20/04/2016
Código do texto: T291368
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcelo Maia
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil
80 textos (4101 leituras)
1 áudios (59 audições)
1 e-livros (130 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 14:08)
Marcelo Maia