Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Labirintos da paixão




Eis que me vejo a vagar entorpecida
Aquecida pelo fogo da paixão
Sendo irresistivelmente atraída
Pela luz que explode na escuridão

Caminho entre veredas desconhecidas
Imprecisas em toda sua extensão
Levo lembranças quase esquecidas
Mas que norteiam meu coração

Em descaminhos me vejo atordoada
Sentindo a ambigüidade do querer
Uma vibração desatinada
Um impulso que se faz reconhecer

O desconhecido vem ao meu encontro
Nesta jornada irregular
Em ousadia para tudo eu me apronto
Determinada a continuar

Explorando o espaço que me cabe
Perseguindo os meandros da razão
Espio pelo vão da eternidade
Na densidade etérea da emoção
Não encontrando objetividade
Sou amparada pela intuição...











Priscila de Loureiro Coelho
Consultora de Desenvolvimento de Pessoas
Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 29/06/2005
Código do texto: T29143
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215169 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:43)
Priscila de Loureiro Coelho