Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Caminho


  Meu Caminho


Meu caminho é uma vereda,
uma senda estreita e tortuosa,
que circunda em espiral ascendente
a vulcânica e íngreme montanha.

Nada há de definitivo.
Nem a paz, nem a tormenta,
a peste ou a bonança,
nem a vida ou a morte.
Só a eternidade permanece.

Estrelas explodem com intensa luz,
outras aparecem em ôcos negros.
Mundos surgem do eterno nada,
implodem vidas em toscos infernos.

Meu caminho é o caminho da luz,
da clareira ensolarada e brilhante.
Mas quando a noite vem,
a noite sempre vem...
quando o corpo, sem domínio, sucumbe.
Quando estou triste e só,
triste de dar dó...
teu amor,
centelha que, infinitamente,
o princípio e o fim, gera,
me faz voar para o teu regaço
e beber leite e mel de teus regatos.

Zion Freire
Zion Freire
Enviado por Zion Freire em 14/11/2006
Código do texto: T291498
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zion Freire
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 66 anos
65 textos (2563 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:34)
Zion Freire