Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Existir é preciso



     Existir é preciso


O ocaso parou um instante,
sobre as longas vagas oceânicas,
não por acaso, exausto da lida diária.
Espiava a existência, contemplava a vida.

À noite, o vento dormia,
vigiava, em zen, o universo.

Percorri mil mundos,
infinitos labirintos.
Existem muitos caminhos,
o coração e a mente
são as velas e o leme.

No alforge a percepção.
A meta o infinito,
aquele, que os olhos não fitam.
Os pés flutuam em bolhas de sabão.

Na cabeça, palha seca e orvalho,
as estrelas ainda brilham em gotas.
Corpo molhado, arco-íris na testa,
imagina asas e voa.
A aurora é luz, é paz,
ao encontro do todo,
à caminho do coração.

Zion Freire
Zion Freire
Enviado por Zion Freire em 14/11/2006
Código do texto: T291518
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zion Freire
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 66 anos
65 textos (2563 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:27)
Zion Freire