Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUIMERA

Rompo o marasmo do silêncio
Gritarei bem alto, a bons pulmões!
Sou o sonho, a fantasia, a quimera
Neste mundo de falsas ilusões

Sou o passado, o presente, e o futuro
Sou o Rio que corre para o Mar
Sou a Árvore que cai, mas não morre
Morrerei sim! Mas a sonhar

Sou a luz, o Sol, e as estrelas
Numa bela sinfonia cintilante
Sua luz guiará minha Galáxia
A seguir uma rota, triunfante…!
Mário Margaride
Enviado por Mário Margaride em 15/11/2006
Código do texto: T291954
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mário Margaride
Portugal, 64 anos
373 textos (27596 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:46)
Mário Margaride