Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DEMÊNCIA

Demente!
Demente ficou
Demêcia que se instalou
Na cabeça demente que se deixou
Por orgulho da mente demente
Onde a ambição o fez demente
Doença da demência materialista
Que não sendo artista, demenciou
E se desregulou na demência
Tão demente, que não tem paciência
Provocando com sua demência a impaciêcia alheia
Demência adquirida por suas escolhas
Escolhas tão dementes e mesquinhas
Pela demência superficial e vazia
Demência que não valoriza conhecimentos
Tão demente que é obcecado por aquisições
O que o fez perder os sentimentos por sua demência
Perdendo momentos de vida demenciando e assim se anunciando
Tão demente que sua demência não tem mais cura, pois mal se segura
Demência que com sua permenência e insistência não quer nem clemência
Demência que não escuta, que não quer ajuda, demência que é cabeça dura
Por isso ficará demente, aumentando sua demência com o tempo, que o demenciará!...
Maysa Barbedo
Enviado por Maysa Barbedo em 15/11/2006
Reeditado em 15/11/2006
Código do texto: T291968

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maysa Barbedo
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
2967 textos (326158 leituras)
7 áudios (1543 audições)
104 e-livros (20164 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:33)
Maysa Barbedo