Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sonho De Um Deficiente

Ninguém entende
Que não é sonho diferente
Fantasio-me de palhaço
Pinto a cara de verdade
E conto a toda gente
Que meu sonho não diverge...

Neste circo programado
Falta controle , sobram mãos
Agora sou equilibrista
Atrás de minhas conquistas
Nesta difícil posição de luta...

Ninguém entende que meu sonho
Apaga o fogo que engulo
Pelo silêncio de muitos
Nesta lona colorida
Que damos o nome de vida...

Já fui neste cenário um bicho
Dos selvagens talvez, me vissem
Há duras penas e chicoteadas
Troquei o papel...
Tenho talento para aventura
Faço proezas no meu cavalo andante
No globo da vida luto com a morte
Sem armas...
Meus sonhos são iguais realmente...

Não há sonho deficiente
Há sonhos para toda gente! 

Dedico todos os artistas da vida que na sua luta gritam por igualdade, sonho de toda gente. Em especial a AADF (Associação de Assistência ao Deficiente Físico em Ourinhos) minha segunda casa, e moradia também de muitos sonhadores
que lá freqüentam.
ziza Silvestre
Enviado por ziza Silvestre em 15/11/2006
Reeditado em 16/05/2007
Código do texto: T291988

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ziza Silvestre
Ourinhos - São Paulo - Brasil, 53 anos
217 textos (14085 leituras)
1 e-livros (52 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:31)
ziza Silvestre