Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PLANETA FEBRE II


Este não é o meu planeta!
Esta terra febril que arde,
inundada por lágrimas de geleiras,
dizendo que amanhã pode ser tarde.
Asfixiada e doente ela vomita,
convulsionando rios e oceanos.
E na incandescência a vida grita...
Há um mundo encoberto de lavas e lixo;
Frutos do poder e da guerra.
Casa sem teto de humano bicho.
Este não é o meu planeta!
Entregue a própria sorte, e
sem rumo certo caminha
Entre a vida e a morte...


OBS:poema vencedor do concurso Poemas nos Ônibus - 5ª Edição em novembro de 2006 - promovido pela empresa de transporte urbano de Passo Fundo - Capital Nacional da Literatura  no Rio Grande do Sul, reconhecida no país pelas Jornadas Nacionais de Literatura.

Lislopes
Enviado por Lislopes em 15/11/2006
Código do texto: T292342
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lislopes
Passo Fundo - Rio Grande do Sul - Brasil, 55 anos
80 textos (269435 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 02:42)
Lislopes