Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os versos que fiz

Meu amor, te escrevo agora,
Para dizer sobre tudo que já
Te escrevi, as poesias que fiz,
Os versos que quero lembrar

Sinto forte impulsão
Mostro-lhe o coração.
Dentro de cada verso.

Sei que não sou bom,
As vezes saio do tom,
Sempre lhe sou sincero.

Não tenho o intelecto apurado,
Capaz de escrever as mais lindas
Poesias que já foram escritas.
Tal qual o Rei Salomão, que ainda

Não houve quem superasse
Excepcional capacidade,
De passar para escrita
Tudo o que ele pensasse.

De forma harmônica,
Belamente estruturada.
Poesia semelhante,
Nunca antes encontrada.

Desculpe meus versos tão feios
Você não consegue deles gostar.
Só queria saber expressar direito
O quanto te amo e vou te amar.

Carl
Enviado por Carl em 17/11/2006
Código do texto: T294084
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carl
Parnamirim - Rio Grande do Norte - Brasil
12 textos (772 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:22)